Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 11 de julho de 2013

A Casa do Oleiro


Conservar, recuperar, modernizar e devolver ao povo. Estes devem ser os passos desta reabilitação. Perguntemos à maioria da população há quanto tempo não visita a sua casa, mais ainda, há quanto tempo não usufrui da sua casa. Chegou essa hora.

A casa prometida afinal existe, a " Casa do Oleiro", a casa da cultura da nossa freguesia.

domingo, 11 de setembro de 2011

1º Peddy Paper Noturno 20/08/2011

Foi no passado dia 20 pelas 21 horas que se iniciou o peddy paper nocturno organizado pela Associação Terras do Barro, alegria e animação pautaram ambos os percursos promovendo o convívio entre todos os participantes. A partida e chegada foi no recinto de festas, os dois percursos tinham entre 8 e 9 km e percorriam os caminhos da nossa freguesia. Parabéns pela iniciativa. Esperamos por mais!

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

G.D.C.R.T. 36 anos depois 'a extinção'?


36 anos depois da sua fundação o clube da nossa terra mergulhou numa profunda crise, e assim se tem mantido nos ultimos tempos. A assembleia do dia 11 mostrou o que não tinhamos vontade de ver, o desinteresse pela instituição por parte dos sócios. O GDCRT está à beira do encerramento. O património encontra-se ao abandono. A situação não é de origem recente, a fundação de uma outra instituição de carácter semelhante pode também ter fragilizado a situação, não há espaço nem meios para as duas istituições funcionarem. É triste ver morrer o clube de sempre da nossa terra. Que futuro lhe estará reservado? O encerramento? Uma fusão? Ou será possível ainda ver o clube abrir as portas que os nossos pais há 36 anos abriram ao povo?

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Até quando a nossa escola

A escola onde todos ou quase todos os Telhadenses iniciaram a sua vida académica está em vias de encerrar. O grito saudável das nossas crianças vai deixar de se ouvir.
Há dias ouvia-se o nosso presidente a alertar a população desta possibilidade.

http://www.rcb-radiocovadabeira.pt/pagina.php?cod=9025


Na verdade ninguém ainda percebeu o porquê desta possibilidade. Quem passar pela a nossa aldeia também não perceberá. No final de cada dia vemos as ruas da aldeia cheia de crianças, é uma aldeia com uma população bastante jovem.

Pois bem, tem que haver um responsável. Será o governo, que quer encerrar todas as escolas com menos de 20 alunos? R: Não, a nossa freguesia tem mais de 20 crianças a correr pelas ruas e com idade para frequentarem a nossa escola.
Será da localização da escola? R: Não, a escola está localizada no centro da aldeia.
Será da infraestrutura? R: Duvido, a escola foi reparada e equipada nestes últimos 3 anos.
Será da falta de auxiliares? R: Não, para além dos professores, há também uma auxiliar, o programa Escol(h)as e a senhora da limpeza.
Será dos professores? R: Segundo a opinião dos pais Não.
Será da rebeldia das nossas crianças? R: Não me façam rir.

SERÁ QUE OS TELHADENSES DESISTIRAM DA SUA ESCOLA? SERÁ QUE O QUE É DOS OUTROS É MELHOR QUE O NOSSO?

Se alguma coisa está mal, temos que a solucionar e não desistir. Porque mais tarde vamos arrepender-nos e será tarde demais.

Nós Telhadenses temos que ser mais exigentes e reivindicativos. Se queremos uma escola melhor, temos que lutar por uma escola melhor. E não abandonar o que temos para dar a outros.






quinta-feira, 24 de março de 2011

Festival da Canção 2011


Os Homens da Luta venceram a 47ª edição do Festival da Canção com 'A Luta é Alegria'. Jel e Falâncio, serão os representantes de Portugal no Festival Eurovisão da Canção que este ano se realiza em Düsseldorf, na Alemanha.

A canção vencedora tem letra de Jel e música de Vasco Duarte e foi interpretada pelos Homens da Luta que vão representar a RTP no Festival da Eurovisão 2011 na cidade de Dusseldorf, na Alemanha, em Maio.

De acordo com a votação das 20 equipas de jurados (18 distritos e Açores e Madeira) a canção São os barcos de Lisboa, com letra e música de Carlos Massa e interpretada por Nuno Norte, era a vencedora.

No entanto, a votação do público por televoto (que representou 50 por cento da votação final) foi decisiva ao atribuir a pontuação máxima aos Homens da Luta, dando-lhes a vitória.

Além destas duas canções vencedoras, este ano, foram finalistas do Festival da Canção outros dez temas: Quase a Voar (Henrique Feist), Chegar à tua Voz (Wanda Stuart), Se esse Dia Chegar(Tânia Tavares), Em nome do Amor (Rui Andrade), Deixa o meu Lugar (Inês Bernardo), Boom Boom Yeah (Axel), Embalo do Coração (7 Saias), Sobrevivo (Carla Moreno), Tensão (Filipa Ruas), O mar, o vento e as estrelas (Ricardo Sousa).



Fonte: sapo.pt

quarta-feira, 23 de março de 2011

Governo sai ou fica?


José Sócrates fará uma declaração ao país às 20h00, após a audiência com o Presidente da República, que está marcada para as 19:00.

O primeiro-ministro esteve no debate no Parlamento, mas saiu após o discurso de Teixeira dos Santos. O primeiro-ministro saiu de repente da Assembleia da República, dirigindo-se para o seu gabinete sem prestar qualquer declaração aos jornalistas.

Recorde-se que a oposição chegou a acordo para chumbar o PEC e, José Sócrates já tinha dito que, caso este chumbo acontecesse, se demitiria.

Vejamos o que sucede!



Fonte: iol.pt

sábado, 12 de março de 2011

Carnaval 2011 - Telhado


Foi com alegria que vimos realizada de novo a festa de carnaval na nossa terra, desta feita um pouco em cima da hora e graças à boa vontade de alguns nossos conterrâneos. Ficou provada mais uma vez que a população adere a estas iniciativas. Compareceram inúmeros mascarados e a alegria pairou pelo ar. A festa atraiu não só a juventude mas pessoas de todas as idades. No entanto com o fim do associativismo será caso para perguntar: "Para o ano haverá mais?".

Podem ver as fotos AQUI.

quinta-feira, 3 de março de 2011

A morte do associativismo

As associações da nossa freguesia estão na hora da morte. Tanto no Telhado , como no Freixial dos Potes, as portas encontram-se encerradas já há alguns meses. Talvez por causa da crise actual ou pela ausência de motivação das populações em dignificar o nome das suas aldeias. Na verdade não é só nas aldeias da nossa freguesia, basta olhar para as freguesias mais próximas para nos apercebermos do desastre associativo em que nos encontramos. Pois para mim, não é nem mais nem menos, que puro egoísmo das pessoas. Como é bom estar sentado no sofá a ver crescer a barriga, no café a beber umas minis com os amigos. Na verdade, será isto que queremos para os nossos filhos? Miúdos sem responsabilidade, sem autonomia, miúdos sem conhecimento do prazer das boas causas ou do voluntariado.

Até quando este espírito derrotista e acomodado nos vai acompanhar. Nós Telhadenses precisamos do clube, mas o clube também precisa de nós.

VAMOS ACREDITAR ........................................EU ACREDITO.